Meu coração se divide
          mas não se parte
          segue o balanço
          como as ondas do mar.

     

    Meu coração se pergunta
    mesmo sem querer
    se é Cristo Redentor
    ou Senhor do Bomfim.

             

          Meu coração se contorce
          querendo saber
          mas não tem coragem
          de resposta buscar.

     

    Meu coração é culpado
    antes mesmo de ser réu
    não precisa ser julgado
    a pena, alguém já lhe deu.

             

          Meu coração inocente
          para para chorar
          não há quem o queira
          ele só faz sonhar.

     

    Meu coração vagabundo
    acaba de voltar
    para um peito dolorido
    cansado de vagar.

             

          Meu coração não é meu
          eu finjo que não sei
          porque só assim
          insistirá em bater.

     

    Meu coração enlouquece
    com tanta indecisão
    não sabe se tem a lua
    ou o sol em sua mão.

             

          E eu não posso ajudar...

             

Itanhaém, 23/02/2003             

  

 

Menu de Poesias

Principal

Assinar o Livro de Visitas

 


© Copyright 2004
por Terezinha A. Penhabe®
Santos . SP - Brasil
Todos os direitos reservados ®.
Não pode ser utilizado sem permissão do autor.
  

 

Poesias:

   A B C D E F G I J L M N O P Q R S T U V