Nota da Webmaster

2009.
Há 07 anos, quando minha mãe, Tere Penhabe, foi apresentada à Internet, sua paixão pela escrita ressurgiu com força total, paixão essa que ela nutria desde a infância. Foi essa a razão que me levou a criar o site Amor em Verso e Prosa; em março de 2003 ele "nasceu".

Nesses anos todos, ela se deparou com pessoas e poetas maravilhosos. Alguns a leram, apreciaram, repassaram seus escritos, outros com ela duetaram, e alguns, lhe ofertaram "presentes", um carinho, um reconhecimento, em forma de poema.
Alguns desses "presentes" serão aqui compartilhados.

A todos,
o nosso Muito Obrigada"

Dani Penhabe

 

Homenagem do Poeta Guimarães
a uma poetisa em extinção
nos dias de hoje: Tere Penhabe

Nesta singela lembrança
Pra sempre ficará gravado
Fazendo jus consciente
Deixando a modéstia de lado
Minha homenagem a uma mulher
De valor considerado.

Seu amor pela poesia
Com dedicação em excesso
Reflete em seus admiradores
Com Alegria e sucesso
Trazendo para os poetas
O bem estar e o progresso.

A você, querida Tere,
O meu abraço apertado
Que a tua vida continue
De êxito coroada
Responsável pela explosão
Dessa terra abençoada.

Que a Cidade de Santos
Tenha o reconhecimento
Que teu exemplo seja um Símbolo
E até ganhes um monumento
E que teu nome seja elevado
Ao SENHOR do Firmamento.

Sou o Engenheiro Poeta
E quero agora agradecer
A DEUS Nosso SENHOR
Que me fez compreender
Como é gratificante!
O que estou a fazer
Em homenagem a Tere
Nesta Terra hospitaleira
Para orgulho. Graça e glória
Da pujante Nação brasileira.

Adailton Guimarães
O Engenheiro Poeta
aguimaraes@viacabo.com.br
69.3224-5674/9981-8458

Heureca!
(Amilton M. Monteiro)

Por gostar muito muito de soneto,
Principalmente do que canta o amor,
Para encontrar um bom, me submeto
A esmiuçar livros de qualquer autor...

E a busca me traz muito poemeto
Com seus catorze versos..., mas valor
Nenhum; quer por vulgar e obsoleto,
Ou ser sem rima e pouco criador...

Desanimado, então, pensei comigo:
Na Internet é certo que eu consigo
Os versos, ou o poeta que eu procuro.

Que custa pesquisar? E ali, quem sabe
Encontre o autor que quero, de estro puro
E Heureca! Descobri Tere Penhabe!

Perfil da alma de Tere
(Ângelo d’Ávila para Tere Penhabe)

De bem com a vida, risonha e alegrinha...
Educada e cordial, um riso de nobreza,
da nobreza mais nobre que de rainha,
de alma  linda, mais linda que a lindeza.

Morena de corpo e alma, graciosa, altiva,
tem ares de encanto, charmes de princesa...
Em desfile de almas, se pudesse ativa,
haveria de ser misse da beleza.

Olhos negros, qual de noite enluarada,
sabe transformar a realidade em sonho,
sente a vida na poesia transformada.

Na alma esplende amor; quem a amou não fala,
medo de perdê-la; seu perfil risonho
faz chorar ausente quem não pode amá-la.

Brasília - DF

      Acróstico: TERE

       por Augusta Schimidt

      Tanto quanto a dor nos mata por dentro
         Nossa flor se abre no tempo
         Procurando o vento
         Que carrega nossas vidas

      Estufe o peito
         Olhe o céu
         Banhe-se de luar
         Corra para o mar

      Rebusque seus mais íntimos desejos
         Sorria ao reencontrá-los
         Pense nos que lhe amam,
         Nos que você ama,
         Isso é felicidade...

      E quando um espinho
         Ferir-lhe o coração,
         Jogue pétalas dessa flor que é você
         Para espargir no ar o mais doce   
          Perfume do amor

      A você o meu mais profundo carinho e respeito
      Guta
      Campinas/22/10/2008
      23,15h

      Deus te pague, AMIGA...

Para Tere Penhabe
(Beatriz por um triz*)

Como são maravilhosas
as tantas mulheres
que em ti habitam
Cantando a alegria
dos apaixonados
acalentando as lágrimas
dos solitários
Buscando sabiás
para as rosas azuis entristecidas
Confortando as meninas de olhos tristes
Acolhendo os meninos de rua
Acendendo a fogueira , na noite de S.João
És a canção de todas as horas.
Na grandeza de tua alma
habita a sensibilidade .
Ensina-nos a sonhar
Ensina tudo o que sabe
doce e terna amiga
Tere Penhabe

20/junho/2005

    Tere Penhabe
    (por Ciducha)

     

    Hoje eu não vim falar de amor,de dor nem de saudade!
    Vocês todos sabem que não sei poetar como muitos de vocês...
    Mas preciso deixar registrado aqui quem é Tere Penhabe prá mim
    Confesso que nesses meus quase 70 anos,nunca conheci alguém como ela.
    Nossa empatia foi instantânea e desde então tem sido minha melhor amiga,minha confidente,meu ombro amigo!
    Claro que divergimos algumas vezes
    Mas somos tão diferentes!
    Como a água e o vinho.
    Ela é o vinho... pois é corajosa,valente ,destemida e enfrenta qualquer batalha
    Eu sou a água...o oposto.E não pensem que é pela minha idade ou por tantos dissabores que tive na vida...Não!
    É preciso que ela saiba que estou do seu lado,solidária para o que der e vier!
    Por todos os motivos e principalmente pela sua integridade indiscutível!
    E ponto.

    Santos, 25/11/2008

    Minha Mãe
    Dani Penhabe

    M ais que a vida, mais que a luz,
     
    I  condicionalmente, ela me deu Amor!
    N a alegria, me ensinou a sorrir
    H avendo tristeza, lutar
    A prendi assim a lhe admirar...

    M ais que a mulher, mais que a poeta
    A lutadora que segue sempre a lutar...
    E hoje, mãe, é minha vez de versejar .

    T ento não fazer feio, pois preciso falar
    E dizer que recebi, chegou a vez de doar
    R ito que se repete, incondicional também...
    E de mãos dadas, seguimos, com nosso jeito de amar...

    Dani Penhabe
    Santos, 10/05/2009

    Manhêêêê!!!
    e tudo isso foi só pra dizer que:
    T E   A M O ! ! !

A CIRANDEIRA
*Emiele*

 Neste espaço virtual,
tal como no mundo real,
existem certas pessoas,
que tal como as flores,
enfeitam e perfumam nossos dias.
Transbordam seu coração
de carinho e de amores.
Partilham da nossa emoção.
E só repartem alegrias.

 Você é uma destas pessoas.
E em meio a tantas cirandeiras
que um dia conheci,
tem algo a mais, que já percebi...
Não deixa nenhum cirandeiro de fora.
Estende-lhe a mão...
Convida-o a entrar na roda ...
Dá-lhe a chance de não se isolar.

 A missão de cirandeira
tem muito a ver com a de uma semeadeira...
E só entre flores viverá a vida inteira,
se persistir neste suave semear.

 Belo Horizonte, 28.09.2005 - 22:00 horas.
Para a poetisa-Cirandeira Tere Penhabe, com meu carinho.

Versos à Tere Penhabe
(Esther Ribeiro Gomes)

 Nesta altura da vida, não estou à procura de emoção...
Almejo apenas um pouco de paz para o meu coração!
Mas nada sabemos dos desígnios de Deus!
Nos caminhos desta vida, Ele nos prepara surpresas
e nos envia anjos para amenizar nossas tristezas...

 Está fazendo um ano que a conheci...
Seus versos encantados me fazem sonhar!
Seus cordéis engraçados alegram o meu coração...
Seu caráter ilibado é só uma de suas virtudes!
Sua lealdade solidifica a nossa amizade...
Seu talento poético me traz emoção!

 Amiga Tere, como foi bom conhecer você!
O ano de 2008 foi gratificante para mim...
Minhas poesias ganham vida com sua arte!
Dos poetas da Net, você é unanimidade!
Seu talento ultrapassa fronteiras,
Você nasceu para poetizar!
Tere Penhabe, como é bom ter a sua amizade!

 Santos - SP

    Uma Estrela Na Net
    faffi

    Tere, uma estrela desprendida do céu
    para brilhar na Net.
    Mulher determinada, guerreira,
    mãe extremosa, amiga dedicada,
    emergindo uma luz que jamais se apagará.
    Com habilidade e astúcia segue em frente
    sem olhar para trás...
    O passado ficou  no passado
    o que importa agora é regar o presente
    para colher frutos maduros no futuro...
    A felicidade é um direito conquistado,
    a escrita é um dom, um presente de Deus.
    Tere faz da poesia um estandarte da paz,
    as vezes de guerra, porque Terere
    não deixa nada pra depois...
    Quando vê a coisa feia, corre pra sua telinha
    e lá vem um cordel desafiador...
    Lutando pelos seus ideais, vai seguindo sempre em frente...
    sorrindo, repartindo, construindo.
    Num misto de menina e mulher Tere Penhabe vai levando a vida,
    até quando Deus quiser...e
    com certeza Deus vai seguindo passo a passo
    os seus passos, aumentando o brilho dessa estrela que a Net conquistou.

        06/08/08

À Amiga, Tere Penhabe
(De: Fernando Reis Costa)

 Tenho amigos e amigas virtuais
Que mais que "virtuais "– e Deus bem sabe...
São amigos e amigas bem reais.
E há uma especial: - Tere Penhabe!

 É p’ra mim das amigas mais leais
Que há muito provou sua amizade!
E a Tere, essa amiga, é demais...
Com seu saber, talento e bondade!...

 Então… senti desejo de escrever
Para Tere, minha “cumadri” e amiga
Como forma de lhe agradecer…

 Essa amizade que não irei esquecer
Por mais longa que seja a minha vida
- Oh, séculos eu pudesse até viver!...

 Fernando Reis Costa
Coimbra, 14.03.2008

    POETA TERE
    Giuseppe Martinelli 

    Ter esse dom já é uma benção
    E mereces todas as homenagens...
    Reafirmo o que dizem os teus amigos
    E quero fazer minha as palavras deles.

    Poeta linda, que a verdade seja dita
    E continua menina, mesmo que adulta,
    Não tenho como duvidar dessas verdades.
    Há de dizer que tu mereces mais que isso,
    Acalenta com as poesias os que te cercam,
    Beijarem as tuas mãos de poeta é merecido
    E mesmo assim eu te digo: ainda é pouco!

       11.08.2006

Artesã

Tere tece o tênue
fio desta metáfora
que encanta a vida

 vida que costura
amoremversoeprosa
feito de ondas e marés

 nas ondas dos versos
a prosa dos sonhos
enternece a lua
e encanta o mar

 artesã do tempo
tecendo ternura

 Graça Ribeiro

    Digo a gratidão que sinto
    Gui Oliva

    Tenho hoje uma tarefa especial,
    E nela eu me debruço com todo vigor,
    Reescrevo meus versos  para a excepcional
    E, além de Poeta, amiga que só espalha amor!

    Penso que, talvez, eu não seja capaz mas,
    Eu tento resgatar toda a emoção que me compraz,
    Nos momentos em que seus belos versos chegam,
    Horas de infinito prazer e intensa fantasia, pois rodopiam
    Assim de uma forma plena, lírica e poética me envolvendo...
    Bem... eu vôo e com eles subo às nuvens dos céus que espelham
    E só resta pedir:Deus não deixe nunca que essa inspiração acabe.

Para Tere Penhabe

Afastar-se aproximar-se...
em direito...tranquilidade...
é dos grandes...
missão
mais que mais...reconhecer
o que nos foi dado...
lá ou cá...o equilíbrio a graça...
a vida...este dom
dado por Deus...
mais útil a cada dia que passa

helena armond

Amigos, desculpem-me!
Humberto - Poeta

 Embora um tanto atrasado
Eu deixo aqui registrado
O tom da minha euforia.
Não lembrava desta data,
Mas minha alma aqui retrata
Alguém que é uma simpatia.

 Não basta apenas que eu diga
Que a Tere é uma grande amiga
A quem escrevo com gosto.
E infenso à vã louvação,
Digo que é, o seu coração,
Tão doce quanto o seu rosto!

 Tere, amiga, fazes jus
A um viver de paz e luz,
Livre de males e engodos!
Pelo amor que tu nos dás,
Para sempre viverás
No coração de nós todos!

 Terê, pela tua bondade,
pela tua simplicidade,
e por teus modos corteses,
desejo, em linguagem grata,
que repitas esta data
mais setenta e tantasvezes!

 --- oOo ---

A vc Tere com muito amor.

FELIZ ANIVERSÁRIO TERE

 Querida amiga poeta Tere Penhabe
Neste dia tão feliz é grata esta amizade
Nunca esqueças de buscar tua felicidade,
Parabéns amiga tens aura de bondade...

 Feliz aniversário, neste dia tão bonito
Tuas mensagens são da paz, acredito...
Mudas assim, este mundo de conflito
Semeando em terreno árido e sofrido...

 Recebas aqui meus aplausos! Parabéns,
Vida longa e a prosperidade também.
A estes votos que Deus te diga amém,
Na Sua presença, saúde é o maior bem...

 Ibernise
Poema Inédito de Homenagem a Poeta Tere Penhable.
Indiara (GO), 13.12.2007.

 

Sent: Friday, September 30, 2005 10:26 PM
Subject: Despedida

 Hoje eu tentei escrever um soneto de despedida
Mas ainda continuo sendo um rebelde e não sei escrever
coisas lindas e maravilhosas por isso é só um soneto
desculpa a minha maneira rebelde de me despedir
mas espero que regresses logo.
Abraços
João Carlos (Rother)

 Terê
João Carlos (Rother)

 Afastas-te com galhardia
Perdes-te na imensidão
Está morta a sinfonia
Estás só na multidão.

 Já sinto a saudade
Do tempo não distante
É sonho ou realidade?
É um choro agonizante.

 Teus poemas, teu talento.
Tem amor, tua alegria.
Teu lirismo teu pensamento.

 Este rebelde tem a ousadia
De te pedir com sentimento
Não mates a tua poesia

 www.poetarebelde.com

 

Tere Penhabe
(Jorge Linhaça)

 Terê tem olhos inquietos
olhos de tudo querer ver
além dos simples reflexos
buscando a tudo entender

 Não se iludam com a seriedade
de nossa doce rainha do cordel
ela é pura paz e amorosidade
distribuindo alegria a granel

 Companheira de alma sincera
sabedora de suas razões
Mulher de paz e de guerra

 Mestra em retratar as emoções
que em seu peito se encerram
tocando os nossos corações
10/08/2006

BEIRA-MAR
José Carlos Lopes

A Tere Penhabe

 Mistérios do mar que eu ignorei,
presença em meus nervos, desafiadora,
tantas fugas numa adutora
linha de sonhos que eu decorei.

 Agora poderia confessar-te
o quanto de vida se esvaiu,
o tanto do amor que ruiu
em vária navegação e arte.

 Assim me acena a tua poesia,
aprender dos teus caminhos o rumo
que descuidei em desaprumo,
tanto trago, que não sabes, da maresia.

 Beira-mar distante de um mesmo oceano,
sereno porto que agora me acena
a tua sabedoria, que então encena
o drama e o lirismo dos arcanos.

 Beira-mar que me unge em comunhão,
em liras de união e fraternidade,
quando acolho teu sorriso e amizade
em vertentes de vida e amplidão.

 Londres, 13/dezembro/2008

I

in_Terê_ssanT...

 Esta é a estória
que será lembrada
de uma menina
lá das "Bêra Mar"
amante das praias
amada doZomis
e deste que A_velar

 Desde pequenina
essa doce menina
se fazia notada
pela sua poesia
que os ares enchia
e que é tão viva
ainda hoje em dia

 Sua versatilidade
deste tenra idade
no jeito simplório
sempre foi notória
exaltando o simples
e dando ao caipira
sempre sua glória

 Eterna criança
cheia de esperanças
sempre inconformada
com as coisas erradas
tenaz lutadora
denunciando os vicios
de poesia armada

 O tempo foi passando
(mas não para ela)
que_ternamente jovem
irradiando a luz,
iluminando estradas
e ajudando muitos
a carregar a cruz

 Ah - pobre poema
que sem amplitude
de mostrar a alma
dessa criatura
que nos mares das vidas
torna o amor em verso
e a prosa em formosura

 Serei eu suspeito
de dizer que a amo
pois que mils outros tantos
o mesmo sentir têm
seja nas Bêra-Mar
seja noutras terras,
seja no além...

 Dezembro chegou...
E qual o Menino
neste mês nascido
hoje e doravante
lembraremos sempre
dessa doce poeta
sempre in_Terê_ssanT
...

desT sempre seu
ZecAmanT

 II

 A Menina das Poesias [Parte 2 = Terê or Not Terê ]

A menina das Poesias,
em seu estado inTerêssanT
viaja agora pelos mils mundos
e sempre seguindo a apelos
Com sua espada de Cordel
segue em luta heróicamente
em duetos e ou duelos

 Foi lá em Juiz de Fora,
se me lembro bem agora
que aceitou um desafio
(de pensar inté me arrepio)
de falar de sua sorte
de enganar a vida ou morte

 Afinal Terê_mos a chance
de jogar e até dar lance
pois que a Menina das Poesias
quando se trata de Cordel
já ganhou premios na Terra
nos Zinfernos e até no Céu...

 Dizem até (ou será lenda)
que a nossa Heroína
(sem nada de Cocaína)
foi numa encruZilhada
de Santios - sua Terê_rramada
que teve a alma negociada

 Nos Duetos e nos Duelos
ela arranca até os cabelos
de quem sejadiversário
e castiga sem amor
à quem se finja de Poeta
e seja só plagiador

 E isso tudo aconTerê_ceu
em Dezembro - num dia 13
que para quem não tem o que falar
é um dia de muito azar
mas seja de sul a norte
sempre é o seu dia da sorte

 Como vêm nessa estória
não tem homem não senhor
pois que a Menina das Poesias
que é um amor por dentro e fora
gosta tanto dos namorados
só que um a um devora!

 E assim, segue no inTerê_spaço
e nos mundos das Poesias
alegrando nossas noites
alegrando nossos dias
E chega ao fim esta Parte 2
A terceira vem depois!!!

 to be continued

10arranjos por: euZeca
10Script por:  euZeca
Fundo sem fundo: euZeca
falta de arte por: euZeca
tudo enfim por: euZeca

 III

 A Menina das Poesias ~ [Parte III]
A Enkantadora das Poesias in_Terê_stelares]

 A nave da Menina das Poesias aporta
A folhinha de bordo marca: Dia 13
Os ventos que empurraram a nave cessam
Nos horizontes, nuvens brancas espreitam
Nos ares, sons triunfantes se tornam audíveis
A menina desce... súditos a acompanham...

 Os céus se abrem
Sem saber de onde, surge um Palco
e nele, tanta gente, se inclina
certamente, em reverência à Menina
A um sinal u'a musica inicia
a Homenagem à Menina das Poesias

 De vermelho, aparece então um Anjo
em sua mão, uma espada reluzente,
Seria ao que tudo indica o tal Miguel
Que vindo a mandado de um Senhor
Que parece nascido no mesmo mês
É o Senhor das Poesias lá no Céu

 Sem pressa, a menina se inclina,
em sinal de gratidão - com emoção -
E logo, forma-se u'a fila ordenada
de quantos à espera do momento
de olhar os olhos da Menina
e abraça-la como se abraça a quem amada

 Os céus que lá do alto tudo assistiam
do azul, se mesclam em multicores
e as almas que das Poesias alimento,
seguindo o roteiro desse momento
iniciam um Baile comemorativo
bem cientes da razão e do motivo

 Ao longe, se avistavam as palavras
onde podia se ler o The End
anunciando o começo de um fim
em que essa Menina das Poesias
a um Menino - Poema - seu amor
nesse Final Feliz - logo diz: SIM !
"E serão felizes para sempre"...
E terão lindas Poesias como filhas!

 Es_Terê_lado por: Terê
(Artista Única do Final desta Terê__logia)
 
José de Avelar
13 de Dezembro de 2008

 

    Quanto carinho a gente tem de ter com certas pessoas, então tudo o que você demonstra para mim é simplesmente, o seu terno carinho em suas poesias, e seus trabalhos, minha amiga e eu não poderia deixar de colocar o meu pequeno mimo para vc ; apenas o que eu sinto por você, minha amiga.
    José Ernesto

    T  em amigas que a gente não se esquece
    e  ntre os momentos que a gente passa nessa vida.
    r  ealizando proezas, coisas sérias ela nos oferece
    e  ntre um email a impressão de que há muito tempo se conhece.

    P ermanece sempre em nosso meio literário
    e  screvendo sonetos, poesias para nos agradar
    n  ão mede esforços para colocar a sua prática.
    h  oje uma pessoa estimada e por muitos amada
    a  miga em todos os momentos e compreensiva também.
    B  em carinhosa, procura mostrar através de seus versos o amor e sua emoção
    e  m suas criações procura sempre falar com seu coração.

       Parabéns minha amiga deste seu admirador que não é um poeta como
       você, mas que procura agradar a quem considera muito.
       José Ernesto

    Mar

    Mar de infinitas areias
    Traze-nos Teresa, tal qual sereia,
    Na vazante ou preamar
    E e luz, jamais adstrita,
    Plenamente a nos guiar
    Traz-nos novamente Teresa
    Nas ondas a marulhar
    A meiquice desta ternura
    Que em ti se pode abrigar
    És o mar dos destinos
    Em tuas ondas, pequeninas,
    Colhe-se à mancheia
    As argênteas gotas
    De um amor sem par
    Em sonhos, colorido,
    À Tere a homenagear
    Oh doce mulher da orla cantante
    Marulhem por ti as ondas
    Sem jamais cessar a ternura
    De sempre, sonhando,
    Acima de tudo,
    Saber amar!

    José Roberto Abib
    - Capivari, 06/01/2007 -

 

Tere Penhabe
por Lucia Trigueiro

Nasceu dádiva de Deus
cresceu brotou flor
relevância nobre graduação
evidente manifesto

conceito dignidade dinamismo
campo consciência memória
domínio conhecido grande poeta

linguagem singular
rio lagoa mar fonte criadora
sincronia verso espetacular

referência menciona realidade de ser
amiga refinada delicada
"Gloria Deus nas alturas"
tempo céu nuvens de Jesus
tua alma pairando no ar
abençoada por Deus
beijo teu coração amiga querida.

Lucia Trigueiro
Brasilia - DF
13.12.2008

"Ode à Amizade"
Em homenagem à "Tere Penhabe"

Luciana De D. Pinheiro

A.... A primeira letra do Alfabeto, e com ela decide escrever "Amizade".
Minha amizade sincera e pura.
Irrestrita a qualquer "amigo/a que me aceite como eu sou.
Zelando por seu carinho e real amor da verdadeira,
Amizade depositada com todo meu fervor.
Dedicando-te todo meu amor.
Exemplificando o verdadeiro sentido da grande Amizade.

Que por ti... Aprendi a respeitar e honrar sem pré- conceitos ou falso pudor.

Luciana Pinheiro
Piracicaba, 12/12/08

Soneto dedicado à Tere Penhabe

Meu Obrigado!
Machado de Carlos

Agradeço as tuas cartas de carinho
A alumiar as horas de desencanto,
Com palavras doces e de acalanto!...
— Como sinto a tua luz no meu caminho!

Quando estou triste no meu cantinho,
Tuas boas novas deixam o instante santo
Tu não sabes, não imaginas, o quanto
Podes alegrar o errante, sozinho!

Que Deus te abençoe, alma querida e boa,
O teu santo verbo que aperfeiçoa,
E não me deixa só na noite serena!

Ao olhar o céu... Igualo-te a uma estrela,
Do firmamento, és a mais bela,
A brilhar a minha alma tão pequena.

Carlos

    POETA TERE
    Marcial Salaverry

    T em uma poeta linda que
    E screve coisas lindas,
    R emetendo pra nós,
    E xclusivamente

    P ara alegrar nossa vida...
    E ssa menina, é
    N ossa querida Terê...
    H oje, quero apenas
    A braçá-la carinhosamente, e
    B eijando suas mãos que
    E screveram tão lindamente...

Meu soneto para Tere Penhabe
Margaret Pelicano

Cem sonetos, ela construi em dias,
de noites insones, horas de fantasia,
realidades cruas; nas imagens ela bulia...
Doce Terê das Bêra Mar as rimas cantava

em cada linha que acordava junto a passarada!
Eram insetos, cachorros, gatos, criançada,
muito do que zunia e azucrinava
sol, vento, chuva, neve, geada...

De tudo ela falou um tanto
com seus versos repletos de acalanto,
nossas emoções, doce amiga, você embalava...

E assim passou-se o tempo,
minha tela sempre se alegrava
quando de repente,Terê, você a mim chegava!

Brasília - 08/07/2007

Para minha amiga
Tere Penhabe
"Feliz Aniversário!"

 Maria Nogueira Martinelli
(Sapeka)

Se alguém me perguntar
onde encontrei a alegria,
direi que em vários lugares,
e em muita companhia!

Mas tem uma especial,
que vale a pena ressaltar
é o riso de uma amiga,
que vem sempre me alegrar!

E se uma nuvem passageira
derrama um pingo de dor
ela espanta logo a tristeza
com pitadas de bom humor

E nessa data especial,
que é o seu aniversário
entrego nosso melhor sorriso,
pra marcar o calendário!

Te amo Tere
Parabéns!
Muitas felicidades

13 de dezembro de 2008

É teu, Tere Penhabe!

Doce é o som que leio dos teus
pensamentos! Doce é o sentimento...
Quanta volta será que a vida dará
para que eu possa cantá-lo ao vento?

A vida te marcou em mim feito rosa
dos ventos, mudando minha direção...
E o sentimento cresceu cheio de bons
valores: Ética, Família, Respeito...

Quantos pedaços de mim posso te dar
sem ficar te devendo? Como posso pagar
e, ainda assim, continuar vivendo?

Toma de mim o que de mais
precioso tenho. –Toma! Que te dou:
Um pedaço do meu coração...

Marisa Francisco

Para Tere...

 No dia em que você nasceu os anjos
tristes por sua partida cantaram.
Era uma despedida entre irmãos,
anjos de asas transparentes,
anjos sorridentes, que juntos brincavam no céu.
Que separação doída,
não queriam ficar longe
de você, anjo travesso e feliz.
Foi então que tiveram uma idéia...
Você teria sempre a companhia de
um anjo amigo, durante um ano.
Assim todo ano na data de seu aniversário,
um deles desceria e lhe faria companhia
durante o próximo ano
aproveitando para matar a saudade.
A idéia foi aceita e festejada por todos.
Depois daquele dia, você
nunca mais ficou só.
A cada novo aniversário,
um anjo desce, e fica ao seu lado.
Sua proteção sempre foi muito grande
porque nada é mais forte do que a pureza dos anjos.
Hoje é o seu aniversário,
dia da troca da guarda e eu gostaria muito
de ser um deles para estar com você espalhando luz e amor ao
seu redor.
Mil beijokas amiga amada!

Mary Trujillo

 Dez/2007

Tere Penhabe...

Durante toda a minha vida,
encontrei pessoas difíceis,
medrosas, desconfiadas,
pessoas corajosas, pessoas incríveis
e nessa última categoria tenho
que te incluir, Tere minha!

A dúvida não povoa teus pensamentos
por muito tempo,
mesmo que precise chegar sem risos e seja dura.

Foi aí que pensei que fosses israelense rs

Existe muito coisa importante na vida
para perdermos tempos com mesuras!

És direta, sincera e tem um coração imenso para amar!

Hoje, dizem, que é teu aniversário..
O que se deseja para uma pessoa assim? Tão verdadeira?

Ah, que continue!
Pois tu, és campo devidamente sinalizado
e é muito bom saber com quem estamos lidando,
mesmo que em alguns momentos se receba
resto de uma granada que estourou logo mais adiante!

Não venho sozinha te abraçar,
tem uma pessoinha que está dodói
que enviou por mim, o seu abraço.
Ele escreve e há anos saímos de mãos-dadas
em algum dueto.
É.. Josemir Tadeu enviou por mim, o seu abraço!

Agora venha cá, amiga minha,
pois esse abraço tem que ser demorado,
para traduzir todo o meu carinho e admiração!
Com todas as boas letras, te abraço
desejando MUITAS FELECIDADES!

MAZAL TOV, TERE MINHA!
Rivkah

Minha Homenagem
À Tere Penhabe
A rainha da poesia

por Sá de Freitas

Nobre poeta, eu venho humildemente,
Trazer-lhe, hoje, essa homenagem minha,
Porque no versejar, você é rainha,
Calma, segura, culta e  inteligente.

Tere-mulher, de fibra e alma mansa,
Amiga à toda prova, à qualquer hora;
Nas trevas dos amigos, faz-se aurora,
Que resplandece cheia de esperança.

Bem forte é, pois sofre e não desiste;
Com fé os embates do viver resiste,
E ainda traz conforto e implanta a calma.

Sendo mulher a todos nós cativa;
Sendo poeta se conduz altiva,
Nessas poesias que compõe com a alma.

Agraciada
Sandra Ravanini

Para Tere Penhabe

Que seja sua a luz, assim, como um anjo querubim,
o sublime encanto dessa alma iluminada,
transbordando sempre o que vem de dentro de mim,
às mãos que revestem todo dom da agraciada.

Dá-me o seu sorriso matinal, que eu, aqui espero,
enfeitando o dia com a beleza do papel,
sonhando o azul de qualquer quadro que eu pincelo,
na sua voz que entoa o cântico ao brilho dos meus céus.

Conta-me um tanto mais dessas ternas lembranças
em uma história feita em liras coloridas,
nascendo, assim, toda brancura da esperança
na fé que lhe transborda, e lhe faz a escolhida.

Ah! Mulher e criança, eu lhe estendo o meu cansaço,
pois, é tanto amor que eu vejo pelos olhos seus
contemplando essa criação, nos mais ricos traços
na cor que alvorece nas mãos da filha de Deus.

07/12/2006

Amiga Tere,

Teu coração, enorme...
entrou em nossas vidas.
revelando tua alma linda.
Estrela que brilha e   ilumina, és tu amiga.
Permeia neste espaço bondade.
externando emoções para tantos
ninando e despertando amor para outros.
Hoje te faço essa homenagem, singela.
amiga querida...
beijando tuas mãos,
esperando em Deus,
que tenhas muita vida!

Desejar muita vida, muita saúde, muita paz,
muito amor, seria pouco, para seu coração.
Assim mesmo, são meus sinceros sentimentos
que emanam minha alma.
Parabéns todos os dias por você existir.

Vera Jarude

Poetisa Tere Penhabe:

Foi na tua poesia
que eu me encontrei
e na tua sabedoria
que, eu me espelhei.
E fiz o que eu queria
por isso eu busquei
toda a sua magia
então eu me inspirei.
Escrevi o que sentia
o que um dia sonhei
e só agora acontecia
mas, nada comentei.
Enquanto eu escrevia.
comigo então pensei:
Será que algum dia
nos meus versos terei
seu Dom e sua maestria?

Volnei Braga

Pelotas: 12/07/06

    Tere Penhabe
    (Yara Nazaré - 17/06/07)

    T em no seu coração
    E fusiva alegria de ser
    R isos espalha em sua volta
    E xtravasa bondade no viver

    P or onde passa
    E nriquece os ares poéticos
    N ada a impedir o seu voar
    H oje e sempre marcará
    A ltiva como uma rainha
    B rilhante e rica trajetória
    E m cada lembrança e lugar!

    Para minha amiga e grandiosa poeta, TERE PENHABE,
    com carinho.
    Yara Maria

    Tere Querida
    Você merece todo reconhecimento e nossa admiração
    pela pessoa especial e querida que é.
    O acróstico acima, que escrevi agora para você, é singelo
    mas escrevi com as letrinhas do meu coração e da admiração
     que tenho por você.
    Parabéns, pelo ingresso no Clube dos Poetas!
    Besitos e o meu carinho.
    Yara Maria

A MINHA AMIGA
TERE PENHABE

    Sempre digo que acredito em você.
    Entre o tempo e o espaço, existe um marco
    que se renova a cada segundo quando tua alma
    te encita a escrever, motivo para encher
    o universo de muita beleza...
    Pela tua caminhada nesta vida, que prevaleça sempre
    o encantamento dos teus gestos, palavras
    e a suavidade nítida que expressam teus pensamentos
    numa hamônia constante onde a claridade
    da tua poesia amorosa, sempre estarão no comando
    dos teus sentimentos, basta ler um verso teu e tudo
    fica mais iluminado, é um eterno momento
    que vale a pena ler, reler e sonhar...

    Naidaterra
    10/07/2009

    Tere Penhabe
    por Carmen Freire

    Falar da Tere Penhabe, não é fácil pra mim... não sou poetisa, apenas uma apaixonada por poesias e tudo que possa propagar o AMOR.
    Também sou uma chorona,l endo as homenagens que essa amiga recebeu,
    me emocionei. Ela merece, gente.
    Tive o imenso prazer de conhecer essa menina da beira mar + ou - há 7 anos em um maravilhoso grupo de amigos no MSN e logo percebi e reconheci nela a irmã maravilhosa que é, alem de me apaixonar pelos seus escritos... tudo que ela faz tem seu coração, e é isso que encanta.
    Tenho muito orgulho de divulgar seus poemas, crônicas etc... entre meus amigos pessoais e virtuais, sei que todos a adimiram e isso me deixa muito feliz! E orgulhosa.
    Minha irmã querida, fui com muita alegria compartilhar com seus amigos o lançamento do seu livro.
    Tudo foi preparado com muito carinho pela sua linda filha Dani.
    Parabéns Dani querida! sua mãe merece.
    Foi tudo muito lindo e maravilhoso, realmente um sonho.
    Amo vocês.
    Não sei poetar nem escrever bonito, mas saiu tudo do meu coração.
    Te espero em Porto Velho para uma pescaria no Rio Madeira,
    SE DEUS QUISER.
    Beijos.

    São Carlos - sc - 22/08/2009

    Homenagem a Tere Penhabe
    por Cida Valadares

    Existe...

    Existe um brilho em você,
    que por mais que eu quisesse, não conseguiria descrever.
    Está ligado ao gostar e, quando admiro a lua... vejo o brilho do luar.
    Está ligado  ao olhar e,
    quando o sol não aparece, e a chuva vai  cair, se você me vem à mente,
    não mais do que de repente, o trovão lança a semente, faz o céu relampejar.
    Está ligado  ao querer, bem juntinho ao saber e, inundado de rimas,
    palavras soltas, ou não.
    Este briho que não defino, brilha na terra, no mar...
    É como se fosse um perfume, no mundo todo a exalar,
    É o mais lindo querer, que se pode vislumbrar...
    Às vezes  se chama Tere
    Outras, além de Terê,
    Ele vem das Bêra Mar!

    *
    Obrigada, amiga, por me ter eleito para fazer parte de sua platéia quando do lançamento de seu livro.
    Você bem sabe o quanto eu quis ir.
    Substitui minha presença por uma onda de sucesso, alegria , reconhecimento, felicidade, enfim.
    Fiz um embrulho em forma de oração e o enviei, através do meu coração.
    Parabéns!
    Sucessooooooooooooooooo é o que você merece, é o que você terá.

    Cida
    Belo Horizonte, 19/08/2009

    Em 15.08.2009
    por elisasantos

    Foram instantes de magia
    perpetuados no abraço
    versos ontem mambembes
    hoje se encontram no palco

    Palco onde o som do realejo
    declama em verso o amor
    e no papel desenha a prosa
    e realça as cores da amizade

    Santos acolhendo distâncias
    pelo livro aproximadas
     ao sonho de uma escritora
     por nós há  muito consagrada

    Nossa Tere hoje em destaque
    não só em nossos corações
     tem morada, nas estantes
    é a preferida e leitura apreciada.

    Tere

    Parabéns pelo livro e muito obrigada pela deliciosa acolhida em sua cidade, agradecimentos esses extensivos à Ciducha, Sapeka, Luiza e demais parceiros santistas que tão bem nos recepcionaram  .Que outros volumes do Amor em Verso e Prosa sejam editados para amadurecerem sua literatura que conhecemos menina e tanto nos envolve.

    de sua leitora , formatadora e admiradora.
    elisasantos

Mais Um Sonho Realizado
De faffi  p/ Tere Penhabe

Escrever é uma arte, um dom,
fazer dos escritos um sonho real, é capacidade,
e isso, Tere Penhabe tem de montão.
O bê-á-bá da poeta superou o abecedário,
ela brinca com as letras de forma genial,
falando da vida, da morte, do amor...
 Faz  Ode à filha, aos amigos, ao sol, à lua, ao mar...
comparando delicadamente,  cada um, a uma flor!
Pequeninos grãos de areia, se agigantam  no seu poetar,
 as ondas se jogam aos seu pés, agradecendo o carinho daquele olhar
refletido nas águas do mar, parecendo um barquinho,
velejando incessantemente sobre as ondas,  a procura de magias,
 que possam ilustrar ainda mais, o seu bê-á-bá.
Depois da tempestade, vem a bonança,
a tempestade foi de carinho, com certeza a bonança
está chegando em forma de Cordel...
Esperem pra ver!
Ah, Tere, como  eu queria estar ali, te abraçar,
agradecer o carinho que chega diariamente na minha telinha
vindo de você...Quer saber?
Acho que eu estava sim, meu coração não saiu de pertinho
de você, bateu no compasso do seu, a cada livro autografado.
Amigo é como o sol, lembra?
não precisamos vê-lo para saber que ele existe e está ali.

Mais um sonho realizado da poeta que escreve de amor, em verso e prosa,
mais um carinho ofertado aos seus amigos, mais um ato de bravura,
mais um pouquinho da sua ternura lançada ao vento, que vai e vem,
espalhando pelo mundo os seus escritos.

Parabéns, menina guerreira!
Por sonhar alto e acreditar nos resultados,
hoje você está colhendo aplausos...receba os meus também!

São Paulo, 18/08/2009

Homenagem de José Ernesto e Mamy Beatriz.

PARA VOCÊ TERE PENHABE
por José Ernesto Ferraresso

Ternura em suas criatividades,
Onde fala das amizades e dos amigos.
Colocadas através de versos e estrofes,
Ao elaborar seus excelentes cordéis.

Discorre o conteúdo de suas poesias,
Com muito esmero e dedicação.
Mostra-nos singeleza e harrmonia,
Ao escrever com toda essa magia.

Realmente onde são mostradas,
Suas mensagens e fantasias.
Escreve com tanta  simplicidade,
Seus dizeres e versos para qualquer idade.

Emoções e Razões de uma lida inteira,
Consegue em suas obras  serem mostradas.
Realiza agora seu primeiro trabalho Literário,
Enfim, este sonho foi realizado.

Parabéns , amiga Tere Penhabe,
Este é só mais um de meus agrados.
Que escrevo com todo coração,
Neste momento de muita emoção.

Serra Negra
23/08/09

    Amor em verso e prosa
    por Marise Ribeiro


    A inda sob efeito de bela leitura,
    M anifesto minha total gratidão,
    O bsequiada por soberba inspiração:
    R ebento nascido da paixão pela literatura.

    E dição com as tintas do amor,
    M anufatura de quem sabe compor

    V ida com nuanças de vida:
    E moção, dor, grito, alegria...
    R etratos de uma caminhada sentida
    S obre trilhos da bendita lida,
    O nde o coração também foi sangria.

    E los unidos, desunidos, fundidos...

    P alavras desembrulhadas por quem sabe
    R evelar lembranças, olhares, sofrimento,
    O u até inquietação que n'alma não cabe...
    S aúdo-te, querida Poeta Tere Penhabe,
    A perfeita tradução do encantamento!

    Parabéns, amiga, e grande sucesso, sempre!
    Marise Ribeiro

"Minha amiga Tere Penhabe não sabe fazer só poesia!
Faz verdadeiras e belas obras de arte literária ao manipular as palavras e frases conduzidas, certamente, por inspiração Divina!
Doce nos versos, cristalina e objetiva na apresentação do texto, suave e cativante no propósito do tema...
Em suma: uma poeta que, se "não faz só poesia", sabe fazer a gente alegrar, chorar e viver com seus encantados versos.

                                                                                        J.Godoy -
Academia Paulista de Jornalismo"

 

 

 

Principal

Assinar o Livro de Visitas


© Copyright 2009
Santos . SP - Brasil

 Midi: Only Time Enya